Quem sou eu

Minha foto
Itanhaém, São Paulo, Brazil
O MISTÉRIO DA VIDA, ME CAUSA A MAIS FORTE EMOÇÃO... É O SENTIMENTO QUE SUSCITA A BELEZA E A VERDADE. CRIA SENTIMENTOS DE LIBERDADE... ESSA PALAVRA QUE O SONHO HUMANO ALIMENTA. QUE NÃO HÁ NINGUEM QUE EXPLIQUE, E NINGUEM QUE NÃO ENTENDA! " JAMAIS PODERIA DEIXAR VOCÊ PASSAR PELA MINHA VIDA EM BRANCO. EU NÃO ME PERDOARIA "

quarta-feira, 23 de março de 2011

Quietude...


Dias de quietude...
Onde o silencio cala o vento, e não consegue silenciar os pensamentos.
Que correm celere
Dias de quietude...
De recolhimento, como a própria estação, que vai madurando as folhas,
até caírem no chão... como lágrimas que vem do coração.
E as tardes chegam mais frias, a neblina desce mais cedo, e o mar já esta cinza.
É a quietude da estação...
O recolhimento... reflexão...
Do que se sente uma alma diante da imensidão da solidão.
Já não marco mais, as horas no relógio dos meus dias.
Já não tenho mais para " o que correr "... apressar.
Querer descansar.
Que ironia da vida!
O que antes era intenso, agora, vejo... sinto... e penso.
Que tudo esta tão lento!
Dentro desse tempo imenso que agora tenho...
Que viver.

Um comentário:

Jeanne disse...

Olá, estou chegando em um momento delicado de tua vida, mas ao mesmo tempo percebendo uma enorme compreensão da vida e da dor como oportunidades de aprendizado.
É difícil, bem sei, mas como dizes neste belo poema, tens o tempo, o teu tempo de absorver e transmutar estes sentimentos em novas energias.
Que Deus te dê forças e coragem.
Beijos :)